terça-feira, 22 de junho de 2010

As fabulosas jóias de Tom Binns II









Uma camiseta que é uma jóia!


Já viram que lindas as camisetas que Tom Binns, criador dos colares mais sensacionais e bijoux incríveis, fez em parceria com Jonh Eshaya (designer da marca JET, amada pelas celebridades de LA)?

Ele “transportou” suas criações para a estampa das camisetas. O efeito é lindo: a bijoux já está lá!

As fabulosas jóias de Tom Binns!

Nascido na Irlanda, Tom Binns se formou em artes e design de jóias (em 1981) que lhe deu toda a base para criar suas peças extravagantes, chamadas de bijoux couture , jewelry couture. Sua colaboração com Vivienne Westwood foi a melhor maneira de divulgar seu estilo um tanto punk de fazer jóias. Em 2006, ganhou o CFDA de melhor designer de jóias. Hoje Tom Binns vive em Los Angeles e já trabalhou com diversos estilistas, além de ter seu trabalho divulgado nas revistas (e nos pescoços) mais importantes do mundo. A próxima primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, é uma de suas fãs.
Tom Binns é conhecido por fazer de suas peças verdadeiros ícones. Costuma negligenciar diamantes e dar mais atenção a um pedaço de vidro podendo-o transformar em sua próxima obra de arte. Seu design é feminino, imponente (não passa nunca despercebido), nada óbvio e acima de tudo elegante. Binns costuma dizer: “Jóias são sempre um tesouro e mesmo que não sejam feitas de ouro e diamantes, elas ainda devem ter esse sentimento.”


Meu look preferido no momento são as camisetas podrinhas com colarzão poderoso. Mary-Kate Olsen sempre up-to-date.

 
O decote da roupa tem influência na escolha do colar. As linhas formadas tanto por um ou por outro devem estar em harmonia, caso contrário o colar e o decote vão brigar, e o resultado será um look poluído. O acessório permite dar brilho a roupa, desde que se saiba como os utilizar. Algumas regrinhas básicas:

Decote em “V”
Colar longo. Se o decote for profundo, você pode optar por colocar com algumas voltas, preenchendo o espaço descoberto.

Decote redondo
Repita as linhas arredondadas do decote no colar.


Decote canoa e decote tomara-que-caia
Se você tem pescoço longo, os dois estilos de decote ficarão um charme se usados com gargantilha bem justa.

Gola alta
Colar longo caindo sobre o tecido.( Não acho legal, apesar de ser a regra. Sempre respeite sua vibe)
Se tiver o peito grande, use colares colados ao pescoço, para mudar a direção dos olhares. O contrário serve para as pessoas com peito pequeno, neste caso pode abusar.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Polyvore, onde tudo começou.

Encontre-me no Polyvore
 
Aqui você encontra quase 400 produções feitas por mim no período de um ano. Foram muitas madrugadas... muitas noites de sono perdidas... Mas valeu a pena.  Meus sets tiveram quase 53 mil acessos, quase 16 mil favoritos e 39 concursos ganhos. Foi muito empenho e dedicação nesse tempo, e o resultado me deixa muito feliz. Obrigado por compartilharem comigo essa vitória.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Produção Lu Tempone X

Produção Lu Tempone IX

Produção Lu Tempone VIII

Produção Lu Tempone VII

Produção Lu Tempone VI

Produções Lu Tempone V

Produções Lu Tempone IV

Produções Lu Tempone III

Produção Lu Tempone II

Produção Lu Tempone

terça-feira, 1 de junho de 2010

Sex And The City, a trajetória...

Entenda como o fenômeno de bilheterias começou:


Coluna no Observer. Candace Bushnell escrevia sua coluna no The New York Observer, chamada Sex And The City. Falava de relacionamentos amorosos e sexo. Quando terminou com seu namorado – o editor da Vogue Ron Galotti – ela reuniu 25 de suas crônicas em um livro.

O livro. Em 1997 foi lançado nos EUA, o livro com as crônicas de Candace, com 256 páginas, que vendeu mais de 1 milhão de cópias em todo o mundo. No Brasil, o livro foi lançado só em 2003.

A série. Devido ao sucesso do livro, a HBO resolveu experimentar uma série em 1998, contando a vida de Carrie Bradshaw e suas 3 amigas, se aventurando como mulheres modernas em Nova York. A série durou 6 temporadas e terminou em 2004. Foram 94 episódios ao todo.

Temporada 1. Quando estreou em 98, os nova iorquinos adoraram a série desde o começo, pois nunca uma série tinha conseguido retratar a cidade tão fielmente. Na temporada 1, Carrie conhece Big, Samantha pega garçons, Charlotte pensa em fazer sexo a 3, Samantha fica com o “tartaruga” e faz um extreme make over nele, Carrie e Big terminam.

Temporada 2. Carrie sai na capa da New Yorker, Samantha se apaixona, Charlotte se apaixona por um viúvo no funeral do estilista famoso, Samantha fica com um velho de 70 anos, Carrie tem um “fuck buddy” mas acaba voltando com Big. Miranda fica com medo de morrer só e ser comida por um gato. Ela também conhece o Steve nessa temporada. Big e Carrie terminam, pois ele fica noivo de Natasha.


Temporada 3. Big se casa com Natasha, Carrie sai com um político bonitón, Samantha sai com um homem baixinho, Carrie sai com um bissexual e beija Alanis Morisette em uma festa, depois conhece Aidan. Charlotte conhece Trey e Big termina o casamento e avisa Carrie.


Temporada 4. Charlotte se separa de Trey, Carrie é convidada para desfilar na passarela, Samantha namora uma mulher (vivida por Sônia Braga), Steve remove um dos testículos por causa de um câncer, Samantha conhece Richard Wright e Carrie termina com Aidan.

Temporada 5. Carrie lança seu primeiro livro, Miranda tenta se adaptar a vida de mãe do Brady e termina com Steve, Charlotte conhece e se apaixona por Harry. Essa temporada foi encurtada por causa da gravidez na vida real de Sarah Jessica Parker.

Temporada 6. Carrie conhece o famoso artista Aleksandr Petrovsky, mas antes seu namorado escritor termina com ela por um post-it. Samantha conhece um garçom aspirante a ator, Smith. Miranda namora o vizinho, médico de um time de futebol, mas se casa com Steve e se muda para o Brooklyn. Big faz uma cirurgia no coração e Samantha enfrenta um câncer. Carrie se muda para Paris e Big vai resgata-la.
Filme 1. Depois de 4 anos do final da temporada, em 2008 foi lançado com estrondoso sucesso o primeiro filme da saga. Nele, Carrie parece finalmente se casar com Big, mas ele não comparece à cerimônia. Para consolar a amiga, as 4 viajam para o México. Miranda se separa de Steve, Samantha está morando em LA com Smith e Charlotte tem sua filhinha adotada e fica grávida de Harry.

Filme 2. Dizem que a sequencia do longa é bem mais leve do que a primeira versão. O fenômeno continua em 2010.

sábado, 29 de maio de 2010

Produção Forum de Ipanema, Caderno Ela

Fotógrafa: Bianca Shaladowsky
Produção: Lu Tempone

Renatta Gomes no Rio a Porter

Renatta Gomes acabou de lançar sua nova grife e já é referência em bom gosto entre as atrizes e socialites do Rio. O forte da marca são os vestidos bem curtinhos, acinturados e de tecidos finos como seda, shantung, tafetá de seda e tecidos exclusivos. Hoje a griffe Renatta Gomes está em cerca de 15 lojas multimarcas espalhadas pelo país, tem alcance em todos os cantos do Brasil e está em processo de expansão. A última tendência da moda no Rio são os new look da estilista, que foi dos palcos para as passarelas por um gostoso acaso, e num piscar de olhos se transformou em sensação.





Amiga, desejo todo o sucesso do mundo, porque talento, você tem de sobra!!!!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Olhos luminosos no desfile de Nica Kessler dão pista da maquiagem que vai pegar no verão

Max Weber estava a todo vapor no backstage da Nica Kessler quando conseguimos capturar detalhes da make. Tendência forte para o verão, os olhos iluminados em cores cítricas e fluorescentes foram o destaque da beleza do desfile.


Andre Veloso, da equipe de Max, explica como preparar os olhos tecnicolors: “Uso um pigmento pastoso da M.A.C nas pálpebras,e, depois, aplico uma sombra seca. Nas bochechas, blush cremoso.” Na pele negra de Indira Carvalho, pigmento laranja para realçar a cor. Já nos olhos de Guisella Rein, foi usado um tom rosado.

Ele ainda completa: “Nos cantos dos olhos, sombra dourada e lápis branco dentro. “O detalhe fica no rímel, que não penteia todos os cílios. “Passamos da metade para fora”, indicou o maquiador.

Redley: esporte easy chic

Grafismos e referências esportivas e de alfaiataria. O jogo de cores dá a tônica do verão, com misturas como rosa + cinza + cáqui, cinza + salmão, berinjela + azul piscina e ainda amarelo + azul royal, entre outros.

As bermudas são amplas e a modelagem é confortável. Os acabamentos do sportswear estão presentes em toda a coleção com cadarços, ziperes, elásticos nas barras e punhos, capuz e algumas modelagens emprestadas dos casacos esportivos. São usados, ainda, a técnica de selar a roupa ao invés de costurá-la (dos esportes náuticos) e uma série de tecidos tecnológicos.
Na linha feminina, microvestidos e microsaias de cintura alta, usadas com tops de malha fria e tricô, leggings, bermudas amplas, vestidos com modelagem de t-shirt e macacões de malha. Eles usam coletes, camisetas sem manga, bermudas de surf e calças slim e bermudas com corte de alfataiaria
As chuvas de verão são lembradas em trenchcoats e capas de chuva de diversos comprimentos e cores. As mochilas quadradas inovam no formato.
A Redley apresenta uma coleção para o verão 2011 inspirada na simplicidade. Uma passarela coberta por sal grosso. Ninhos, favos de mel e gravetos são usados como acessórios. Roupas feitas em tecidos tecnológicos em cores suaves como salmão, goiaba, azul piscina, rosa seco e beges claros.
Influência esportiva e roupas multiusos surgiram com força. Foram vistos, por exemplo, nos maxibolsos, coletes compartimentados e vestidos-mochila. Coleção teve também uma pegada de alfaitaria, bem street.



Backstage



A maquiagem do desfile, a cargo de Daniel Hernandez tem um cabelo com um ninho de tranças, “um mafuá de cabelos”, explica Daniel, que usou shampoo seco para dar a textura desejada. Nos olhos, apenas uma sombra escura no côncavo, um blush cremoso rosado da Vult, boca hidratada e quase nada de rímel.
Emilene Galende, uma das estilistas da equipe de estilo, resume a coleção em dois sentimentos: bem estar e otimismo.

Street-style: mixar mini com maxi foi tendência no segundo dia de FR

Hoje foi o dia de misturar proporções. Antenadíssimas, as fashionistas que foram assistir os desfiles da Redley e Claudia Simões logo cedo no Fashion Rio apareceram mixando tamanhos diferentes no mesmo look. Vimos calça apertada com t-shirt largona, shortinho com casacão, paletó estruturado com saia justa… A ordem foi quebrar a silhueta, para valorizar o que cada uma tinha de melhor. Entre os rapazes, há uma certa vibe grunge no ar: camisas xadrez vestiram alguns dos meninos que circularam pelo Pier Mauá. Até as mulheres estão caindo de amores pelo visual rocker dos anos 90.